terça-feira, 1 de agosto de 2017

Governo venezuelano invade casas de opositores e prende líderes na calada da noite; veja vídeos


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) foi aos domicílios dos líderes opositores venezuelanos Leopoldo López e Antonio Ledezma, que estavam sob regime de prisão domiciliar, e os trasladou para um lugar ainda desconhecido. Segundo denunciou Lilian Tintori, mulher de López, nas redes sociais, "não sabemos onde está nem pra onde o levaram. Maduro será responsável se alguma coisa acontecer com ele". A detenção de Ledezma foi informada por outros dirigentes da Mesa de Unidade Democrática (MUD), também através das redes.



A família de Antonio Ledezma divulgou um vídeo de sua prisão e pede apoio da comunidade internacional para denunciar a ditadura: 


As detenções arbitrárias acontecem 24 horas depois da eleição da Assembleia Constituinte, contestada pela oposição e por parte da população venezuelana contra a intenção do governo Maduro de perpetuar o líder no poder sem apoio do povo.

Ambos dirigentes estavam presos em suas casas. López obteve do Tribunal Superior de Justiça (TSJ) o benefício da prisão domiciliar em 8 de julho e participou ativamente da campanha em repúdio à Assembleia Constituinte promovida pelo governo do presidente Nicolás Maduro. Um vídeo de câmeras de vigilância divulgado por Tintori no Twitter mostra a ação da Sebin em sua casa:


"12:27 da madrugada: momento em que a ditadura sequestra Leopoldo em minha casa. Não o farão se curvar", disse a mulher do opositor.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...