quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Janaína Paschoal decide denunciar Nicolás Maduro ao Tribunal Penal Internacional


Imagem:  Reprodução / Redes Sociais
As juristas Janaína Paschoal e Maristela Basso, ambas da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, decidiram denunciar o ditador Nicolás Maduro ao Tribunal Penal Internacional por crimes contra a humanidade. As professoras estudam se o melhor caminho é apresentar uma nova denúncia ou juntar-se, na condição de amicus curiae à denúncia já protocolada por mais de 140 senadores chilenos e colombianos.



Janaína Paschoal explica sua decisão: 

O atual governo melhorou com relação ao anterior. Lula e Dilma davam apoio moral e material a Maduro (muito dinheiro público)!!!!
O atual Ministro, pelo menos, emite notinhas de reprovação aos crimes de Maduro. Mas diante das atrocidades em curso, notas não bastam!
Colômbia e Chile, por meio de um grupo significativo de Senadores, denunciou Maduro ao Tribunal Penal Internacional. E o Brasil?
No Brasil, os governantes estão muito ocupados em manter os próprios mandatos, fugindo de explicar as malas de dinheiro!
Aliás, dadas as revelações que não cessam, penso que alguns partidos já podem ser equiparados a verdadeiras organizações criminosas.
Ontem, uma jornalista indagou por que eu escrevi para Trump e não para alguma autoridade brasileira. Ora, parece óbvio!
Em meio a tantos crimes, o Brasil está longe de conseguir governar em sua plenitude. OS EUA podem parar de comprar petróleo da Venezuela!
Também tem a questão ideológica. Quando Fidel morreu, FHC emitiu uma nota, como se estivesse a falar de um santo. Essa é a nossa direita.
Por sua magnitude territorial, o Brasil haveria de ter sido o primeiro país a denunciar Maduro ao TPI, mas estamos reduzidos a nada.
O Brasil trata Maduro como um líder político. Mas à luz do Direito Penal Internacional ele é um criminoso e como tal deve ser tratado.
Foi para tipos como Maduro que o Tribunal Penal Internacional foi criado!
Quando os crimes de Dilma saltavam aos olhos e as autoridades competentes não faziam nada, decidi agir.
Há muito, os crimes de Maduro estão claros. O Brasil segue omisso.
Decidi, no âmbito de minhas limitações, fazer algo efetivo. Propus a Professora Maristela Basso denunciarmos juntas Maduro ao TPI.
A Professora Maristela, internacionalista, já está estudando o melhor caminho: uma nova denúncia, ou atuar como amicus curiae.
Quando as autoridades só pensam em si, a cidadania precisa tomar a dianteira. Toda grande conquista começa com poucos acreditando.
A propósito, viram a denúncia de outra fraude na votação da constituinte? "Engravidaram" as urnas eletrônicas! Seguras!
A mulher e o filho de Maduro foram eleitos. Parece que há parentes de Chaves também. Se bobear, até Dona Florinda e o Prof. Girafales.

Leia também: 
Venezuela deve ser suspensa do Mercosul neste sábado
Após fraude, OEA exclui Venezuela de reunião de conselhos eleitorais
Goleiro Bruno recebe autorização para dar aulas de futebol para crianças e adolescentes
Maduro adia instalação de Constituinte após denúncias de fraude
'Operação abafa' contra corrupção é realidade ostensiva, diz Barroso
Rita Lee terá de indenizar policial por xingamentos em show
Joesley abusa da cara-de-pau e diz que sessão da Câmara é o 'dia da vergonha'
Operador do PMDB entrega a Moro planilha de US$ 418 mil em propinas a Renan, Jader, Aníbal e Rondeau
Janot pede arquivamento de processo contra políticos 'idosos' por prescrição
Após decisão da Câmara, denúncia contra Temer ficará 'congelada' até ele deixar o cargo
Delação de ex-governador do Mato Grosso é “monstruosa”, diz ministro do STF
Às vésperas da votação, Lula reiterou que torcia pelo 'fica Temer'
Senado instala CPI do BNDES para investigar empréstimos do banco
Nova operação da Lava Jato prende secretário de Eduardo Paes no Rio
'Nem banho de sol em presídio tem tanto ladrão quanto no Congresso Nacional, tanta figura bizarra!', critica José Simão
Janot pede a inclusão de Temer, Padilha e Moreira Franco no inquérito do ‘quadrilhão’ do PMDB

Veja também:






Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...