quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Juiz expede novo mandado de prisão contra executivo solto por Gilmar


Imagem: Urbano Erbiste / Agência O Globo
O juiz Marcelo Bretas determinou a expedição de novo mandado de prisão preventiva contra o ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira, para quem o ministro Gilmar Mendes havia concedido um habeas corpus na tarde desta quinta-feira (17).



A decisão do magistrado de primeira instância foi motivada por uma dúvida suscitada pela supervisora da 7ª Vara Federal Criminal em relação à decisão de Bretas, que determinou buscas e apreensões em endereço ligados ao ex-deputado Rodrigo Bethlem.

Leia também:
Lula começa sua 'caravana de ônibus pelo Nordeste' indo de avião
Fábio Assunção proíbe filho de atuar em filme de Danilo Gentili e o chama de 'mau exemplo' 

No despacho, datado do dia 7 de agosto, o magistrado determinou a "manutenção da prisão preventiva de Lélis Teixeira", em razão das mensagens trocadas com Bethlem sobre supostos conluios na atual administração municipal, de Marcelo Crivella (PRB).

Nesta quinta-feira (17), a supervisora afirmou ter ficado em dúvida "se é necessária a expedição de novo mandado de prisão". Em nova decisão, Bretas determinou a emissão do novo documento, "tendo em vista que se trata de novos fundamentos, desta feita relacionados à Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro".

Tanto a dúvida, como a decisão, foram protocoladas no sistema da Justiça Federal do Rio após a divulgação do habeas corpus concedido por Gilmar Mendes.


Veja também: 






Folha de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...