sábado, 19 de agosto de 2017

O habeas corpus de Gilmar é um ponto fora da curva, diz colunista


Imagem: Fabiano Rocha / Agência O Globo
O jornalista Lauro Jardim aponta que a decisão que soltou o amigo de Gilmar Mendes foi mais rápida que 95% das liminares do ministro, o que já a tornaria atípica antes mesmo de Mendes conceder um segundo habeas corpus. 



Leia o texto de Lauro Jardim: 

O habeas corpus dado por Gilmar Mendes a Jacob Barata Filho é um ponto fora da curva no histórico de decisões do ministro para este tipo de ação.
Gilmar soltou Barata em menos de um dia após o pedido ter sido distribuído para ele no STF.
A média de Gilmar nos últimos cinco anos, contudo, para conceder uma liminar em habeas corpus é de 22 dias, de acordo com o estudo Supremo em Números, feito pela Escola de Direito da FGV/RJ.
Ou seja, a liminar de Barata foi mais rápida do que 95% das liminares de Gilmar.
Ressalte-se que o estudo refere-se ao habeas corpus de anteontem. Ontem, como se sabe, Gilmar repetiu a dose.

Leia também: 
Gilberto Barros 'rompe o silêncio': 'A corrupção petista destruiu o que ainda tinha de bom no Brasil, nos transformaram em quintal de Cuba e Venezuela'
Datena se descontrola com notícia de que governo quer reduzir salário mínimo: 'Tem que enfileirar esses corruptos em praça pública e meter uma bala na nuca, como na China!'
Para tentar esvaziar Tasso no PSDB, Temer chama Aécio ao Jaburu
'Gilmar Mendes bateu seu próprio recorde da Satiagraha. Antes era 2 HCs em 48h, agora baixou pra 24h', ataca jornalista

Veja também:



Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...