quarta-feira, 9 de agosto de 2017

TRF4 nega novo pedido de habeas corpus e mantém prisão de Vaccari


Imagem: Geraldo Bubniak / AGB
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou o pedido de soltura do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Os três desembargadores que compõem a 8ª Turma do Tribunal votaram a favor da continuidade da prisão preventiva.



Vaccari cumpre pena em Curitiba desde 2015, quando foi condenado a 15 anos e 4 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Além dessa, outras quatro condenações pesam contra ele, todas decorrentes da Operação Lava Jato.

Leia também:
Gilmar Mendes fala de central ilegal de escutas da PGR
Joesley presta depoimento na PF de São Paulo
Álvaro Dias se rebela após Temer anunciar que aumentará imposto de renda para até 35%: 'Cortar na carne, nem pensar, não é mesmo?'
Sem punição, transparência pode dificultar a redução da corrupção, diz pesquisador
Pedro Corrêa relata ligação de Lula a diretor da Petrobrás por propinas ao PP
Nova PGR diz que encontrou Temer às 22h de terça para discutir data da posse
Senadora Ana Amélia expõe como desembargador destruiu argumentos petistas e endossou Moro, prisão se aproxima; veja vídeo

A 8ª Turma resolveu não estender a absolvição dada ao ex-tesoureiro no primeiro processo e, por isso, deve continuar cumprindo a pena. “No segundo processo, me parece que os pressupostos fáticos são diversos, por isso não é possível estender a absolvição daquele outro processo para este”, afirmou o desembargador João Gebran Neto.

O advogado de defesa, Luiz Flávio Borges D’Urso, pediu imediata soltura do cliente alegando que o mesmo “não oferece risco à ordem pública”. Segundo ele “o paciente sofre, tem idade e não viu seus dois netos nascerem pelo fato de estar preso pelo longo prazo de 2 anos e 4 meses”.

Contra o ex-tesoureiro ainda pesam as penas de 9 anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; 6 anos e 8 meses por corrupção passiva; 10 anos por corrupção passiva; e 6 anos por corrupção passiva.


Veja também:





Diário do Poder
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...