domingo, 10 de setembro de 2017

Advogado protocola queixa-crime contra o Santander por exposição 'Queermuseu'


Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O advogado Adão Paiani informou que protocolou uma queixa-crime contra os responsáveis pela exposição "Queermuseu", promovida pelo Santander, encerrada após protestos. A exposição, que pretendia promover a diversidade, revoltou muitos cidadãos, que viram nas obras uma apologia à pedofilia e o crime de vilipêndio de objeto religioso. 



Veja o texto em que o advogado informa sobre o processo: 

Caros amigos, na convicção de que a indignação que não leva à ação é inócua, informo que estou protocolando notícia-crime contra todos os responsáveis pela exposição criminosa no Santander Cultural em Porto Alegre.O anunciado cancelamento da amostra não impedirá a responsabilização criminal de todos os envolvidos.Também irei até as ultimas consequências para que os recursos tomados do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet, sejam devolvidos aos cofres públicos e os responsáveis pelo desvio de finalidade devidamente responsabilizados.

Leia também: 
Manifestantes soltam fogos na porta da PF para comemorar prisão de Joesley
Palocci divide PT sobre ‘plano B’ em 2018
Procurador da Lava Jato rebate jornalista que especulou sobre sua candidatura
Kakay entrega Lula

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...