segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Comandante do Exército, General Villas Bôas se pronuncia após General Mourão falar em 'impor uma solução à crise política'


Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
Após o general Hamilton Mourão afirmar que o Exército está atento e pode agir para tirar corruptos do poder se os outros poderes não o fizerem, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, disse que “não há qualquer possibilidade” de intervenção militar. “Desde 1985 não somos responsáveis por turbulência na vida nacional e assim vai prosseguir. Além disso, o emprego nosso será sempre por iniciativa de um dos Poderes”, afirmou Villas Bôas, acrescentando que a Força defende “a manutenção da democracia, a preservação da Constituição, além da proteção das instituições”.



Depois de salientar que “internamente já foi conversado e o problema está superado”, o comandante do Exército insistiu que, qualquer emprego de Forças Armadas, será por iniciativa de um dos Poderes. 

Leia também: 
Andorra diz que advogado foragido da Lava Jato usou povoado da Galícia para lavar propina da Odebrecht
'É simplesmente alguém que coloque as coisas em ordem, e diga: atenção, minha gente vamos nos acertar aqui e deixar as coisas de forma que o País consiga andar', afirma General Mourão sobre 'intervenção'
MP deve 'garantir que ninguém esteja acima da lei', diz Raquel Dodge em discurso de posse
Gleisi surta após General Mourão afirmar que está preparado para intervenção militar 'se for necessária' e 'pede a cabeça' do militar
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...