sexta-feira, 15 de setembro de 2017

E-mail mostra que Joesley deu a ordem para comprar ações à véspera da divulgação da delação


Imagem: Ueslei Marcelino / Reuters
A Polícia Federal recuperou um e-mail que confirma ter sido de Wesley Batista, principal acionista do Grupo J&F, a ordem para comprar R$ 50 milhões de ações da JBS no mercado. A mensagem foi enviada por Felipe Bianchi às 15h54 do dia 24 de abril, quando, de acordo com relatório da Comissão de Valores Mobiliários, a JBS comprou ações da FB Participações. “Concomitantemente, a controladora FB Participações S/A atua em sentido contrário: vendendo parte das ações que detinha da JBS S/A nos mesmos dias de compra de ações por sua controlada, a saber, 24, 25,26 e 27.04 e 17.05”. As duas empresas são controladas pelos irmãos Batista. As transações são alvo da Operação Tendão de Aquiles, que mira a delação da JBS.



Veja o email: 




Os irmãos Batista foram presos preventivamente por se beneficiar no mercado financeiro com informações privilegiadas de suas delações.

Também é investigada a aquisição de contratos futuros de dólar pela JBS.

Leia também: 
Nova perícia confirma que procurador que denunciaria Cristina Kirchner foi assassinado
Geddel alega risco de ‘estupro’ e pede para voltar para casa
Palocci pode provar o que disse, garante advogado
Pedido de habeas corpus para Joesley e Wesley é negado
Palocci diz que Lula desviava dinheiro do instituto
'Eles passarão, eu passarinho', escreve Gilmar em resposta a Janot
Lula insulta a inteligência do povo, diz Ciro Gomes
Veja as evidências do ‘pacto de sangue’ entre Lula e Emílio Odebrecht
Palocci relata propina para Gleisi Hoffmann
Falta de comprovante de aluguel de imóvel dificulta defesa de Lula
Palocci confirma acerto para libertar Marcelo Odebrecht no STJ
Helicóptero sobrevoa local de discurso de Lula com letreiro pedindo a sua prisão; veja vídeo
MPF dá nó em Lula com e-mails da Odebrecht para Okamotto, presidente do Instituto Lula; veja vídeo
Gilmar diz que pedido de suspeição é 'despropositado e difamatório' e cita encontro de Janot em bar

Segundo o Ministério Público Federal, ‘os irmãos Batista, com estas operações, em pouco tempo conseguiram “pagar” mais do que tinham se comprometido a pagar para a Justiça com o seu acordo’. “Conforme é notório, Joesley se comprometeu a pagar R$ 110 milhões em 10 anos”.

A Procuradoria da República sustenta que, ‘o e-mail do dia 24 de abril de 2017 deixa claro que foi Wesley Batista quem determinou a compra do equivalente a R$ 50 milhões de ações da JBS no mercado’.

Em e-mail nesta data, o funcionário da JBS Felipe Bianchi explica: ‘Hoje, recebemos a ordem do Wesley para comprar o equivalente a 50 milhões de reais em ações da JBS no mercado’.

Em relação à autoria delitiva, os diversos depoimentos colhidos indicam que foi Joesley Batista quem determinou a venda de ações JBSS3 pela FB, ao passo que quem deu as ordens de compra de ações JBSS3 pela JBS S/A foi Wesley Batista.

COM A PALAVRA, JBS

“Em relação ao noticiário sobre a ordem de compra de ações, a JBS informa que:

O termo “ordem de compra” refere-se a um jargão técnico habitualmente utilizado no mercado financeiro. É errado, portanto, concluir que ordem de compra de ações esteja relacionada a uma ação mandatória. Cabe esclarecer ainda que a solicitação da área jurídica ocorreu em 24/04 em função da Assembleia Geral de Acionistas, agendada para 28/04, em que se fazia necessária a posição exata de ações em circulação no mercado e em tesouraria da Companhia para fins de cálculo de distribuição de dividendos.”

COM A PALAVRA, PIERPAOLO BOTTINI, QUE DEFENDE OS IRMÃOS BATISTA

“É injusta, absurda e lamentável a prisão preventiva de alguém que sempre esteve à disposição da Justiça, prestou depoimentos e apresentou todos os documentos requeridos. O Estado brasileiro usa de todos os meios para promover uma vingança contra aqueles que colaboraram com a Justiça.”


Veja também: 





Luiz Vassallo e Julia Affonso
O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...