sábado, 2 de setembro de 2017

'Há chance real de mudarmos o patamar da ética pública e privada', diz Barroso


Imagem: André Dusek / Estadão
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse nesta sexta-feira, 1º, no Rio, que "a corrupção não é invencível". "A ditadura parecia invencível, a inflação, a pobreza extrema, e em uma geração conseguimos derrotar esses três flagelos. Acho que a corrupção não é invencível. Há chance real de mudarmos o patamar da ética pública e privada. Eu vivo para este dia".



Ao ministrar aula inaugural de um curso na Procuradoria Geral do Estado, o ministro voltou a dizer que existe uma "operação abafa" da Lava Jato, e que há quem acredite que nada mudou no País com as investigações. Ainda assim, manteve o tom otimista. "Essa corrupção sistêmica que se disseminou no Brasil abalou profundamente a autoestima da sociedade brasileira. Mas, assim espero, ela oferece a chance de um recomeço, de refundação em outros patamares", pontuou o ministro.

Leia também:  
‘Para o agressor, a mensagem é de estímulo à prática de novos delitos’, afirma promotora sobre complacência da Justiça com abusador do ônibus
'E agora, senhor juiz?', questiona Joice Hasselmann após abusador do ônibus atacar mais uma mulher depois de ser solto
'Constrangimento é a sua decisão sr. Juiz! Será que tem mãe, irmã, filha?', questiona Sthefany Brito a juiz que soltou o abusador do ônibus
PT tem dificuldades para estimular militantes a acompanhar Lula em novo depoimento a Moro
"Agarre o p* do filho da pu**, torça e grite Tarado!'", recomenda Roger, do Ultraje a Rigor, para situações de abuso em transporte público
'Estranho país o Brasil. Aboliu os cigarros em locais públicos, mas não impede que pervertidos ejaculem na cara das mulheres em ônibus', ataca jornalista
'Como pode alguém não considerar uma violência um homem ejacular no pescoço de uma mulher num ônibus? Inacreditável', protesta Ana Luiza Guimarães
'Petista gosta de ejacular em mulher dentro de ônibus, cuspir em mulher dentro de restaurante e cagar no meio da Paulista', ataca Alexandre Frota
'Já são 16 passagens por crimes sexuais. Será que a justiça vai soltar de novo?', questiona Cesar Tralli após abusador do ônibus ser preso novamente
'Difícil até escrever. Um homem ejacula no pescoço de uma mulher em ônibus e juiz entende que não houve constrangimento ou violência à vítima', desabafa Maria Beltrão

"Poucos países do mundo tiveram coragem de enfrentar uma corrupção extensa e generalizada com essa determinação. É claro que há reações, operação abafa. Esse processo de enfrentamento da corrupção alcançou pessoas que se consideram imunes e impunes, e elas se articulam para não serem responsabilizadas penalmente. Em 3 anos de Lava Jato há muita gente que acha que nada mudou, e que tudo vai continuar assim", complementou.

"Pior, essas pessoas têm aliados em toda parte, nos altos escalões, nos poderes, na imprensa e até onde menos seria de se esperar... E mesmo assim eu acho que temos avanço. Às vezes não se avança linearmente, mas a gente tem avançado", continuou.


Veja também:


 
 

Roberta Pennafort
O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...