terça-feira, 24 de outubro de 2017

Fim do foro privilegiado está parado há cinco meses na CCJ da Câmara


Imagem: Dida Sampaio / Estadão
Aprovada pelo Senado em maio deste ano, a proposta que altera a Constituição e acaba com a prerrogativa de foro para deputados, senadores e outras autoridades federais está há cinco meses parada na Câmara. A aprovação do texto é defendida pelo juiz Sérgio Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato. Passados três anos e sete meses do início da operação, nenhum dos investigados protegidos pelo foro foi denunciado pelo STF. O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), diz que decide hoje “com calma” quando vai pautar o tema.


A proposta do fim do foro está pronta para ser votada na CCJ há um mês. O relator, Efraim Filho (DEM-PB), é pela constitucionalidade. Ele não faz juízo de valor. A “análise de sua conveniência e oportunidade”, escreveu, é da comissão especial.

Leia também:
Conselho de Ética arquiva segundo pedido de cassação de Aécio
Lula tem que desviar a rota para fugir de manifestantes que pediam sua prisão

Veja também:





Coluna do Estadão
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...