quinta-feira, 23 de novembro de 2017

'Doritos e Hulk, pré-candidatos fake à presidência em 2018, subestimam a inteligência do eleitorado brasileiro!', afirma Levy Fidelix


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O presidente do PRTB, Levy Fidelix, criticou duramente a proposta do prefeito de São Paulo, João Dória, de formar uma frente de centro para se opor aos dois pré-candidatos à presidência que aparecem na frente nas pesquisas a um ano das eleições.

Fidelix acredita que o esforço de criar uma frente contra os dois pré-candidatos é inútil: "agora vem ele num debate na FIRJAN dizer que tem que fazer uma frente de centro contra o Bolsonaro e o Lula. Para começar, no meu entender, nenhum dos dois vai disputar. O Lula, envolvido na Lava Jato, não deve passar do Tribunal da 4ª Região. E o Bolsonaro, lamentavelmente, envolvido com algumas ações no Supremo. O que elimina um, elimina o outro. Além disso, se vier um general, ele próprio bate continência e cai fora. Nem partido, aliás, tem".


Levy Fidelix critica ainda o convite ao PMDB para participar da "frente de centro": "Dória quer fazer frente com o PMDB. Todo mundo sabe que o PMDB está envolvidíssimo na Lava Jato. O PMDB está aí, é a sequência do PT, e está cometendo os mesmos desatinos: aquela corruptela toda, comprando o Congresso..."

Para Levy Fidelix, a situação atual é que, antes mesmo de poder haver pré-candidaturas, o que existe é uma quantidade de candidatos "fake": "Esse povo pensa que brasileiro é otário, acredita em marketing". O presidente do PRTB desfia críticas ao prefeito João Dória e ao apresentador Luciano Huck, que vem sendo apresentado como uma alternativa.

"Dória viaja mundo afora, agora governar São Paulo? Nada! Só fez a operação Cidade Linda, que inclusive foi proibida pelo Ministério Público. Faz marketing dizendo que é rico, mas ganhou dinheiro fazendo propaganda, fóruns, tem essa fortuna toda sem gerar um emprego sequer. Mas não quero falar da vida pregressa dele. O principal é que ele não disse a que veio. Em nove meses à frente de São Paulo, já gastou de 30 a 35 bilhões, de um orçamento de 50 bilhões, e o que fez? Algum viaduto? Nem tapou buracos das ruas, que estão esburacadas. Os faróis não funcionam. Quando chove, a cidade vira um caos. Não promoveu a limpeza das bocas de lobo para preparar a cidade para o verão", critica Fidelix.

Em relação a Luciano Huck, Fidelix dispara: "a Globo quer inventar um candidato. Não sabe nada de política. Não falou nada até hoje e nem fala. Tem lá uma ilha, é ricaço, ganhou dinheiro mole, fácil. Por que não pega esse patrimônio todo e dá para o povo?".

Fidelix resume: "Me desculpe, mas esses candidatos são todos fakes. Então,  vamos parar de brincar e discutir política econômica. Esses candidatos não falam dos bancos porque são financiados por eles. Os banqueiros e os Iluminatti estão por trás deles, por isso promovem tudo isso que está aí, como a ideologia de gênero. Não vi Dória se opor ao que ocorreu no MAM".

O presidente do PRTB recomenda: "é bom que o Brasil pare para pensar nesses 'fakes' candidatos, como Dória e Huck; são só 'fakes. Bolsonaro e Lula ainda estão no páreo, por enquanto, mas creio que daqui a pouquinho o deixarão. Sobrou uma avenida de oportunidades para outros candidatos".

Leia também:
Ex-presidente do STF defende a prisão após condenação em segunda instância e o fim do foro privilegiado
Desembargador relator da Lava Jato alerta para reações contra operação


Veja também:





Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...