terça-feira, 14 de novembro de 2017

Erika Kokay se pronuncia sobre vídeo que a acusa de apoiar incesto e anarquia


Imagem: Reprodução / Youtube
A deputada Erika Kokay, em nota, repudiou as afirmações de que defenderia o incesto e a anarquia. Um vídeo com trecho de palestra a sindicalistas, a deputada falou sobre um suposto raciocínio de seus opositores, que, na opinião da deputada, utilizariam a análise de Engels. 



No trecho da palestra que viralizou nas redes sociais, a deputada diz: “Defender a sociedade patriarcal é defender a sociedade de classes. Porque se se destrói a família patriarcal, se destrói a propriedade e se destrói a própria sociedade de classes, remontando à análise de Engels, da história da origem da sociedade, do Estado, da propriedade e da família, e daí se constrói uma anarquia. E essa anarquia vai invadir e enfrentar a ordem e os tabus, por isso será uma sociedade incestuosa. Se constrói uma discussão que a partir da família patriarcal, da eliminação da família patriarcal, nós construímos uma sociedade incestuosa. (...) Se eu construo a anarquia, e eu destruo a ordem, eu também vou destruir um dos tabus mais universais da Humanidade, que é o tabu do incesto, e vou construindo a concepção da ideologia de gênero para promover os diálogos entre os fundamentalismos que foram articulados em grande medida por Eduardo Cunha...” 

Leia também: 

Com base no trecho cortado, houve acusações de que a deputada estaria defendendo o incesto e a destruição da família tradicional. Érika Kokay, em nota, se defendeu das acusações: 

Não vão nos intimidar 
Nós fazemos um mandato conectado com as lutas do século XXI.  
Temos uma opção muito clara e definida em defesa dos direitos humanos das mulheres, dos negros, dos indígenas, das crianças e adolescentes, dos LGBTs.  Não temos nenhuma dúvida de que um vídeo mentiroso e calunioso que circula de forma criminosa nas redes sociais é uma resposta odiosa ao duro enfrentamento que sempre fizemos, e continuaremos fazendo, aqui na Câmara para dizer em alto e bom som: a vida das mulheres importa!
É um absurdo querer que as mulheres morram com uma gravidez de risco ou sejam obrigadas a seguirem com uma gravidez fruto de estupro.   
Nunca defendi o incesto, tampouco a destruição da família. Trata-se de uma edição criminosa, feita pelas forças do atraso e do que há de mais obscurantista em nossa contemporaneidade, com o único objetivo de difamar e caluniar a nossa atuação parlamentar.  
Estamos diante de uma retaliação covarde às denúncias que temos feito abertamente contra os incontáveis retrocessos que os fundamentalistas religiosos querem impor, a todo custo, à sociedade brasileira.  Vivemos tempos muito sombrios, mas não vão nos intimidar.
Seguiremos firmes e altivos na luta por uma sociedade livre e diversa, “resistindo na boca da noite um gosto de sol”.  
Por fim, os criminosos que difamam e caluniam o nosso mandato responderão na justiça pelos seus atos.  Erika Kokay Deputada Federal PT-DF

Veja também:






Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...