segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Lindbergh confraterniza e dá risada com taxista que agrediu diretor da Uber; veja vídeos


Imagem: Reprodução
Em vídeo publicado na noite de 6ª feira (3.nov.2017), o líder do PT no Senado Federal, Lindbergh Farias (RJ), aparece rindo ao ouvir a história do taxista João Marcelo Ferreira, autor da agressão ao diretor de comunicação da Uber, Fabio Sabba.
Assista ao vídeo publicado por Marcelo do Táxi:


“Senador, eu queria pedir desculpas ao senhor pelo o que aconteceu lá no Senado“, diz Marcelo do Táxi, como é conhecido entre os colegas taxistas. Lindbergh pergunta o motivo do pedido. “Um cara estava com 1 mosquito lá“, diz o taxista, ironizando a agressão. “Foi você? Eu vi imagens“, responde o senador, rindo.

Leia também: 
Vídeo em que Roberto Campos dá 'aula' a comunistas se espalha na internet; veja
Procuradoria denuncia 31 por fraudes na Lei Rouanet

O senador encontrou-se com taxistas em São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Logo após a conversa dos 2, outro taxista presente diz: “Nosso senador veio aqui conversar conosco para nós agradecermos o que ele fez por nós em Brasília e tem feito por nós“.

Marcelo do Táxi agrediu o diretor de comunicação da Uber, Fabio Sabba, na 3ª feira (31.out) passada, dia da votação do projeto que pretendia regulamentar os aplicativos de transporte. Assista ao vídeo do momento:


Ao Poder360, o taxista disse que seu plano original era bater no CEO da Uber, o iraniano Dara Khosrowshahi. O executivo estava no Brasil para acompanhar a votação no Senado.

OUTRO LADO

Procurado pelo Poder360, o senador Lindbergh Farias disse que não estimulou o agressor. “Não sou a favor de nenhum tipo de agressão. Minha reação foi mudar de assunto. Dei risada e tentei sair. Eu condeno qualquer tipo de violência.”

O líder do PT no Senado disse ainda que é contra a superexploração do trabalhador, seja ele taxista ou motorista de aplicativos. “Estou trabalhando em 1 projeto que coloca limite de cobrança de 10% aos motoristas de aplicativos. Hoje, eles têm de pagar 25% à Uber. Tanto os taxistas são explorados, como os motoristas da Uber.”


Veja também:






Fernando Rodrigues
Poder360
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...