quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

General compara Lula a cangaceiro assassino e demarca: 'É um político criminoso e não um criminoso político!'


Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O General Paulo Chagas, em artigo intitulado "Lula da Silva, um 'político criminoso' e não um 'criminoso político', retruca a retórica petista de que o ex-presidente estaria sendo perseguido por uma grande conspiração: "Para o bem do Brasil e das próximas gerações, é preciso que todos se convençam de que Lula é, de fato, um "político criminoso", correta e justamente condenado pelo crime de corrupção, e não um "criminoso político" ideologicamente perseguido por crime de opinião!".


Leia abaixo o artigo completo:  

Lula da Silva e seus sequazes, perseguindo a impunidade do líder, apostam no acovardamento das instâncias inferiores e no acumpliciamento das altas cortes do judiciário e, para isso, contam com a ignorância, com a bonomia e com a boa quantidade de inocentes úteis ainda existentes no conjunto da sociedade, assim como com a extensa parcela de corruptos que ainda sobrevive sob o abrigo acolhedor do "foro privilagiado" à espera do precedente a ser criado pela pretensa inimputabilidade do "herói das massas", o bem aventurado "pai dos pobres".
Leia também: 

Baseiam sua argumentação na surrada, mas ainda útil e vigente, estratégia do "politicamente correto"e contrapõem uma alegada vontade popular à lógica da justiça.
Tentam transformar em perseguição política a acusação e a condenação por enriquecimento ilícito através da prática do crime de corrupção e jogam todas as suas fichas na resposta negativa à pergunta básica: "Seria correto tirar da vida pública e colocar na cadeia um criminoso que é idolatrado por uma parte ainda significativa da sociedade?"
Absurdamente, querem fazer crer que é "politicamente incorreto" condenar os ídolos, sejam eles assassinos, corruptos, ladrões, estuprados ou o que for!
Para entender a alegação, basta substituir Lula por Virgulino Lampião, o "rei do cangaço", o bandoleiro assassino do sertão nordestino que, na cabeça de boa parte do povo, foi um herói rebelado contra o coronelismo opressor, basta lembrar de Ernesto Che Guevara, um psicopata assassino, perdoado pela idolatria à sua imagem. 
Para o bem do Brasil e das próximas gerações, é preciso que todos se convençam de que Lula é, de fato, um "político criminoso", correta e justamente condenado pelo crime de corrupção, e não um "criminoso político" ideologicamente perseguido por crime de opinião! 
Gen Bda Paulo Chagas
Veja também: 








Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...