segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

'O que é certo é certo, o que é errado é errado, e as pessoas que se envolveram sabiam que era ilegal e devem sofrer as consequências', diz Moro


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em entrevista concedida a diversos veículos internacionais de imprensa, o juiz Sérgio Moro explicou que os crimes devem ser investigados e punidos independentemente de seus reflexos políticos. Questionado sobre o uso de caixa nas eleições, explicou: "Tanto o caixa 2, que seria uma doação eleitoral irregular não contabilizada, como a corrupção, são crimes. Ambos têm de ter uma resposta institucional. O que é certo é certo, o que é errado é errado, e as pessoas que se envolveram sabiam que era ilegal e devem sofrer as consequências".



Posteriormente, questionado sobre a inelegibilidade de Lula após a confirmação da condenação, Moro explicou que a mesma lógica se aplica: "Alguém cometeu um crime, a lei prevê inabilitações e isso pode acontecer".

Leia abaixo o trecho da entrevista que trata de Lula: 


Uma decisão sua — a condenação do Lula — pode deixar fora da eleição um presidenciável importante. Como o senhor se sente diante da possibilidade de ter influenciado diretamente a disputa de 2018?O papel do juiz é cumprir a lei. O juiz cumpre a lei e julga os processos segundo as leis. As consequências fora do processo não são da responsabilidade do juiz. Se eventualmente essa situação acontecer, não foi porque o juiz assim decidiu. Alguém cometeu um crime, a lei prevê inabilitações e isso pode acontecer.
Leia também: 
Brasil gasta R$ 10 bilhões por ano com vereadores
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...