quarta-feira, 7 de março de 2018

Delator da UTC confirma que advogado foragido Tacla Durán lavou 50 milhões; veja o depoimento


Imagem: Produção Ilustrativa / Política na Rede
Walmir Pinheiro, delator da UTC Engenharia, detalhou ao juiz Sérgio Moro como pagou quase R$ 50 milhões ao advogado Rodrigo Tacla Durán, com o objetivo único de gerar dinheiro em espécie para pagamento de políticos e dirigentes da Petrobras.


Ouça o trecho do depoimento: 


Responsável pelo caixa 2 da UTC, Pinheiro contou que foi apresentado a Tacla Durán pelo consultor Ivan Carratung. O executivo concordou em pagar de 20% a 25% para lavar propina nas empresas do advogado, atualmente refugiado na Espanha.

Pinheiro relatou a Moro que forjou contratos com as empresas TWC e Econocel, de Tacla Durán, para justificar os repasses – num total de R$ 49 milhões.

Leia também: 
URGENTE: Moro condena Bendine a 11 anos de prisão


“Mensalmente, ele ia me mandando as notas e a gente pagava. em 48 horas, o Rodrigo mandava um portador dele entregar o recurso no escritório da UTC.

TWC e a Econocel “não prestaram serviço algum”, segundo o delator, que fazia o mesmo tipo de operação com Adir Assad e Roberto Trombeta.

“O volume era muito alto para concentrar em dois operadores. A gente tentava fazer uma diluição para diminuir o risco e justificar melhor para a Receita Federal. O Ivan me falou que ele (Tacla Durán) poderia fazer essa operação com a gente.”


Veja também: 





O Antagonista
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...