quinta-feira, 1 de março de 2018

Em entrevista, Lula se recusa a responder sobre o sítio de Atibaia


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Lula recusou-se a responder a perguntas sobre o sítio de Atibaia, reformado por empreiteiras para seu uso. Questionado se era ético aceitar favores de empreiteiras, Lula respondeu à repórter que ela não é juíza para questioná-lo. 

Leia abaixo o trecho da entrevista:

Empreiteiras fizeram uma reforma no sítio de Atibaia porque o senhor o frequentava. Independentemente de a Justiça concluir se houve ou não crime, não foi no mínimo indevido, uma relação promíscua entre um político e uma empreiteira?
Não. Esse é um outro tipo de processo. Não é o processo do qual estou sendo vítima. 
Leia também: 

É uma pergunta que estou fazendo ao senhor.
Essa pergunta eu espero que seja feita em juízo, pelo Moro. Porque primeiro disseram que o sítio era meu. Aí descobriram que ele tem dono. Então mudaram [para dizer que] me fizeram favor. Se fizeram, não me pediram. Eu fiquei sabendo desse sítio no dia 15 de janeiro de 2011.


Por que empreiteiras tinham que bancar a manutenção do acervo formado na presidência, por que tinham que reformar o sítio? Essa relação não passou do ponto?
Quando eu for prestar depoimento, eu espero que essas sejam as perguntas que eles me façam.


Mas eu estou fazendo agora.
Não, você não é juíza. Eu vou esperar o juiz. Porque se eu responder para você, o Moro vai fazer outras. Aí, quer discutir a questão da ética, vamos discutir. É um outro processo.
Eu quero saber onde eles vão chegar. Eu quero saber o limite da mentira.

Veja também: 




Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...