quinta-feira, 5 de abril de 2018

Após decisão sobre recurso de Lula, ala do STF defende que debate da 2ª instância seja adiado


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ouvidos pelos Blog da Andréia Sadi nesta quinta-feira (5) defendem, reservadamente, que o debate sobre a revisão da possibilidade de prisão após decisão de segunda instância seja adiado para daqui a um ou dois anos, após a decisão desta quarta-feira (4) que rejeitou o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Um ministro disse ao blog que a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, já decidiu não pautar o debate. Além disso, mesmo se o ministro Marco Aurélio levantar uma questão de ordem sobre o assunto na sessão prevista para esta quinta, só teria o apoio certo do ministro Ricardo Lewandowski. Gilmar Mendes também é a favor da revisão da prisão após a segunda instância.

Leia também: 

Os ministros Dias Toffoli e Rosa Weber também são a favor da revisão, porém, segundo o blog apurou, não neste momento. "O país não aguenta mais. Sou presidencialista e Cármen Lúcia já decidiu que não vai pautar", disse um integrante da Corte à reportagem.

A avaliação nos bastidores do STF é a de que a ministra Rosa Weber não acompanharia o ministro Marco Aurélio, pelo menos neste momento, logo após a negativa do habeas corpus do ex-presidente Lula. O voto de Rosa era tido como incógnita, e ela negou o habeas corpus.

O ministro Dias Toffoli já admitiu a interlocutores que não acompanhará Marco Aurélio, se o ministro levantar esta questão.

Um integrante da corte disse ao blog que Cármen Lúcia deu um "show" na sessão desta quarta (4).

Dias Toffoli, que é vice-presidente do STF, também elogiou a presidente da corte ao blog. "As mulheres na sessão merecem todos os elogios: a ministra Cármen e a ministra Rosa Weber".

Em setembro, Toffoli assume a presidência do STF.

Veja também:




Andréia Sadi
Blog da Andréia Sadi
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...