quinta-feira, 24 de maio de 2018

'Os governos estaduais, que levam 35% do preço dos combustíveis com ICMS, estão bem quietinhos, só faturando com os aumentos', destaca procurador


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O procurador Aílton Benedito, comentando a paralisação dos caminhoneiros, criticou a ênfase exclusiva sobre a Petrobras e o governo federal, lembrando que os impostos estaduais contribuem fortemente para os altos preços dos combustíveis: "Nessa 'greve' dos caminhoneiros, a princípio, motivada pelos preços do diesel, o foco de cobranças está sobre a Petrobras e o governo federal. Enquanto isso, governos estaduais que levam 35% do preço dos combustíveis com ICMS estão bem quietinhos, só faturando com os aumentos".

Leia também: 

Veja também:




Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...