quarta-feira, 23 de maio de 2018

Parlamentares do PT compartilham dados falsos sobre alta do preço da gasolina


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A alta no preço da gasolina no país virou alvo de críticas nas redes sociais nesta semana. Uma das publicações mais compartilhadas no Facebook sobre o tema destaca a variação do preço do combustível ao longo dos últimos governos. O texto afirma que houve aumento de 170% no custo com gasolina durante o mandato de Fernando Henrique, de 28% nas gestões de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e, por fim, de 69% no governo Michel Temer. A postagem foi replicada por parlamentares de oposição a Temer, como os deputados petistas Décio Lima (SC) e Bohn Gass (RS). 


Somadas, as publicações têm mais de 40 mil compartilhamentos. Mas será que os números estão corretos?

Imagem: Reprodução

FALSO

A série histórica do levantamento de preços de combustíveis da Agência Nacional do Petróleo (ANP) traz valores diferentes dos percentuais de aumento compartilhados nas redes sociais. O blog 'É isso mesmo'  fez um levantamento com base nas coletas mensais do custo da gasolina comum para revenda no Brasil. Os dados da ANP não consideram a inflação, ou seja, baseiam-se nos preços do momento da coleta. 

Leia também: 

O valor médio da gasolina comum no Brasil, no governo Temer, subiu 16%. O preço passou de R$ 3,67, em abril de 2016, primeiro mês fechado em que o país esteve sob comando de Temer, para R$ 4,22, em abril de 2018, último dado disponível. Já, no governo Dilma, o preço médio da gasolina subiu 41% em valores nominais, de R$ 2,62, em janeiro de 2011, para R$ 3,717 em abril de 2016, antes do impeachment da petista ser aprovado no Congresso.

Imagem: Reprodução / O Globo

No governo do ex-presidente Lula, a alta foi de 20% nos valores nominais, de R$ 2,16, em janeiro de 2003, para R$ 2,58 em dezembro de 2010, ao fim do seu segundo mandato.

A série histórica da ANP foi iniciada em julho de 2001. Dessa forma, não é possível saber de quanto foi o aumento do preço da gasolina comum no governo Fernando Henrique desde 1995. Considerando os dados disponíveis, a variação nominal foi de 19% entre julho de 2001 e dezembro de 2002, de R$ 1,68 para R$ 1,97.

O preço médio no país vem apresentando alta desde agosto do ano passado até chegar a R$ 4,22 em abril. Ainda assim, se considerada a inflação, o custo com gasolina foi maior nos governos Fernando Henrique, quando o preço máximo chegou a R$ 4,94, e Lula, no qual o valor máximo foi de R$ 5,14 no início do governo. No mandato de Dilma, o preço foi mais alto que o atual apenas em maio de 2011, quando chegou a R$ 4,25, também levando em conta a inflação.

Procurado, o deputado Bohn Gass ainda não informou ao blog qual foi a fonte para a informação compartilhada em seu perfil no Facebook. A assessoria de Décio Lima argumenta que as informações foram repassadas por lideranças do PT na Câmara, após contato com economistas, que fizeram o monitoramento do preço da gasolina. A fonte dos dados, segundo a assessoria, é a ANP. O blog 'É isso mesmo' não conseguiu contato com o parlamentar após constatar que os números não correspondem aos da agência. 

Veja também:




Marlen Couto
O Globo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...