domingo, 27 de maio de 2018

'Temos que ir às urnas, sejam elas quais forem e, se houver falcatrua, os caminhoneiros já nos ensinaram o que temos que fazer', diz General Paulo Chagas


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O General Paulo Chagas fez um apanhado de coisas que podem ser aprendidas com a greve dos caminhoneiros. Entre elas, o General enfatiza o tamanho do Estado e suas consequências, e o poder do povo quando se organiza para manifestar sua opinião: "Aprendemos que temos que MUDAR esse sistema, porque ele não funciona, e que essa mudança começa agora quando temos oportunidade de escolher outros e melhores políticos para nos representar. Temos que ir às urnas, sejam elas quais forem e, se houver falcatrua, os caminhoneiros já nos ensinaram o que temos que fazer".


Leia abaixo o texto do General Paulo Chagas: 

A demonstração dos caminhoneiros e seus ensinamentos
Caros amigos
Desde o inicio da Demonstração de Força dos caminhoneiros eu me coloquei a favor do movimento. Aplaudi a iniciativa!
Considero um exemplo a ser valorizado porque foi uma DEMONSTRAÇÃO daquilo que o povo PODE fazer para impor a sua vontade e apresentar as suas contrariedades, afinal, TODO PODER EMANA DO POVO!
Muitas coisas nós pudemos aprender com esse episódio.
Aprendemos que o povo é CAPAZ de fazer por si, basta QUERER para PODER.
Leia também: 

Aprendemos que a Petrobras, LÁ FORA pratica os preços de mercado, ou seja , de competição, mas que, AQUI DENTRO, ela tem o monopólio estatal do petróleo, onde não há competição o que nos indica que poderíamos desfrutar de melhores preços e de mais qualidade se o mercado brasileiro fosse aberto a outras empresas.
Aprendemos que nesses movimentos sempre vão aparecer os aproveitadores para se apropriar e desvirtuar os objetivos do movimento, sejam eles de quaisquer cores ou orientações ideológicas. Eles são como abutres em busca de carniça, têm que ser enxotados!!!.
Aprendemos que o tamanho do estado é o principal responsável pela sua incapacidade para criar soluções outras que não o aumento dos impostos. O estado paquiderme, paternalista e corrupto tira dinheiro do povo e gasta muito mais do que lhe achaca!
Aprendemos que temos que MUDAR esse sistema, porque ele não funciona, e que essa mudança começa agora quando temos oportunidade de escolher outros e melhores políticos para nos representar. Temos que ir às urnas, sejam elas quais forem e, se houver falcatrua, os caminhoneiros já nos ensinaram o que temos que fazer.
Aprendemos que é preciso saber dosar a intensidade das nossas manifestações para que não percam o foco e, muito menos, a legitimidade e que atinjam os seus objetivos e apenas eles, porque tudo tem limites!
No caso que estamos vivenciando, o movimento chegou na fronteira desses limites porque complicou e ameaçou a vida de pessoas que nada tinham a ver com as causas da revolta, pelo contrário, eram e são tão vítimas quanto os manifestantes.
Aprendemos que a falta de senso de medida pode transformar aliados e simpatizantes poderosos em adversários, mesmo que circunstanciais. E isso não é bom! Ao que tudo indica, é o que está prevalecendo e eu colho esse ensejo para cumprimentar e para agradecer a todos os manifestantes pelo seu exemplo e por todos os ensinamentos a que tivemos acesso.
Parabéns a todos e muito obrigado!
Gen Bda Paulo Chagas

Veja também:





Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...