sábado, 26 de maio de 2018

'Vocês imaginam um Ministro de Suprema Corte de um país sério fazendo isso?', questiona procuradora após decisão de Marco Aurélio


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O Ministro Marco Aurélio Mello, ao conceder habeas corpus ao mandante do assassinato da missionária Dorothy Stang, defendeu que os ministros do Supremo Tribunal Federal devem "seguir sua consciência" e ignorar a existência de uma decisão colegiada sobre as prisões em segunda instância.  A procuradora Monique Cheker reagiu: "O Ministro Marco Aurélio diz que “cada ministro deve seguir sua consciência sobre prisão em segundo grau”, viola a vinculação e colegialidade do STF e solta mandante do assassinato de Dorothy Stang. Vocês imaginam um Ministro de Suprema Corte de um país sério fazendo isso? É um completo desprezo não só pela seriedade do Judiciário mas por crimes graves contra a vida humana. Um agente público que age assim não tem limites para impor sua vontade sobre o interesse público".


Leia também: 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...