sábado, 30 de junho de 2018

Roger Moreira, do Ultraje, expõe por que Toffoli deveria ser impedido de julgar José Dirceu


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O cantor Roger Moreira, vocalista da banda Ultraje a Rigor, apontou que o ministro Dias Toffoli não poderia ter julgado o ex-ministro José Dirceu. Roger recomendou a leitura do artigo da jornalista Raquel Landim, da Folha de S. Paulo, que aponta diversos motivos pelos quais Toffoli deveria ter se declarado impedido. 

Leia trecho do artigo de Raquel Landim: 

Toffoli foi indicado pelo ex-presidente Lula para o STF em setembro de 2009, quando era advogado geral da União, e sua ligação com Dirceu é amplamente conhecida. Ele foi assessor jurídico da liderança do PT na Câmara de 1995 a 2000, época em que Dirceu era deputado federal e uma das estrelas do partido.
Quando o PT chegou ao poder, Toffoli assumiu a sub-chefia de assuntos jurídicos da Casa Civil, comandada por Dirceu. Ficou no cargo de janeiro de 2003 até julho de 2005, quando seu chefe deixou o governo suspeito de envolvimento com o mensalão. Diante desses fatos, é quase óbvio que Toffoli deveria ter se declarado impedido de julgar o caso de Dirceu, mas a lei não funciona bem assim.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...