terça-feira, 17 de julho de 2018

Procurador Júlio Marcelo critica soltura de chefe do tráfico: 'a mensagem que passa é de absoluta impunidade para quem tiver dinheiro'


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O procurador de contas Júlio Marcelo de Oliveira dirigiu duras críticas à decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, que concedeu habeas corpus a um chefe do tráfico, condenado em segunda instância, para reforçar seu argumento de que o tribunal deveria rediscutir as prisões em segunda instância. Para Júlio Marcelo, "a mensagem que essa soltura passa é de absoluta impunidade para quem tiver dinheiro para contratar advogados que interponham sucessivos recursos e HCs até o glorioso momento da prescrição penal, símbolo maior da falência de nosso sistema penal e de nossa falta de bom senso". O traficante deveria ter continuado preso, já que havia outros mandados de prisão contra ele, mas foi solto por "erro" e permanece livre. 


Leia abaixo a reflexões de Júlio Marcelo de Oliveira: 

Polícia investiga e prende perigoso traficante, com risco de morte para policiais. MP acusa e juiz de 1o. grau condena, também correndo riscos. Tribunal de apelação confirma a condenação. Aí um ministro do STF falando em coragem e desassombro manda soltar o condenado. Coragem?
A mensagem que essa soltura passa é de absoluta impunidade para quem tiver dinheiro para contratar advogados que interponham sucessivos recursos e HCs até o glorioso momento da prescrição penal, símbolo maior da falência de nosso sistema penal e de nossa falta de bom senso.

Leia também: 
PSL, partido de Bolsonaro, indica recusa a aliança com PR e decide valorizar candidatos próprios à Câmara
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...