sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Ciro Gomes diz que não é com 'conversa fiada' e 'balela de conservadores' que Brasil vai recuperar a economia


Imagem: Jonas Campos / RBS TV
O  presidenciável do PDT, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira (31), em uma feira agropecuária na região metropolitana de Porto Alegre, que há quatro "motores" estrangulados na economia brasileira que precisam ser consertados para o país voltar a crescer. Segundo o pedetista, "não é com conversa fiada e muito menos balela de conservadores" que o Brasil vai sair da estagnação econômica.

Acompanhe o julgamento do pedido de registro da candidatura de Lula: 







Cumprindo agenda eleitoral no Rio Grande do Sul nesta sexta, Ciro Gomes visitou a Expointer, considerada uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina.

Ele circulou pelo parque de exposições – localizado em Esteio, município a cerca de 25 quilômetros de Porto Alegre – acompanhado por apoiadores de sua candidatura, entre os quais parlamentares gaúchos do PDT.

Leia também: 

"O Brasil está na maior estagnação econômica da sua história. Nós precisamos ativar o desenvolvimento, ativando os motores do desenvolvimento. Não é com conversa fiada e muito menos balela de conservadores que vai resolver isso", declarou o candidato do PDT.

O pedetista deu a declaração durante entrevista à imprensa na feira agropecuária.

Na avaliação de Ciro, o primeiro motor da economia brasileira estrangulado é o consumo das famílias. Ele afirmou que sua proposta de quitar as dívidas de consumidores no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) – uma de suas principais promessas de campanha – poderia reativar esse "motor" econômico.

"O primeiro motor é o consumo das famílias. Isso responde por mais de um terço de todas as energias que fazem um país crescer ou não. No caso dos brasileiros, a proposta concreta é tirar o nome dos 63 milhões de brasileiros do SPC renegociando as suas dívidas depois de um desconto pesado que o governo vai conseguir com muita facilidade", destacou.

Veja também:





Jonas Campos
G1
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...