domingo, 9 de setembro de 2018

Bolsonaro tem leve anemia, mas já caminha sem dor, dizem médicos


Eleitores de Bolsonaro inflaram um boneco que o representa
em frente ao hospital
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, está com uma leve anemia decorrente do sangramento que sofreu após levar uma facada na última quinta-feira (6). A informação consta do último boletim médico divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, pouco depois das 17h deste domingo (9).

De acordo com o hospital, o estado de saúde do presidenciável "continua em evolução". Pela manhã, outro comunicado informou que ele estava em "nítida melhora clínica e laboratorial".

Leia também: 

A anemia é uma condição causada pela falta de glóbulos vermelhos no sangue --o que reduz o fluxo de oxigênio para os órgãos. 

Os médicos informaram ainda que a paralisia intestinal causada pelo golpe de faca mostra sinais de que está em regressão. Isso significa que, nos próximos dias, a função intestinal poderá se normalizar e o paciente passe a ingerir alimentos por via oral.

A equipe do hospital informou ainda que a circulação do intestino para o fígado está preservada e que Bolsonaro continua sendo submetido a fisioterapia, incluindo caminhadas e exercícios diários, "sem apresentar dor".

O candidato foi submetido a uma cirurgia de emergência na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) ainda na tarde e noite de quinta, e foi transferido no dia seguinte para o hospital da capital paulista.

Mais cedo, um dos filhos do candidato, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) havia informado que o pai estava um "pouco anêmico" e "fraco", e que não há previsão de saída da UTI. O presidente em exercício do PSL, Gustavo Bebianno, que acompanha Bolsonaro no hospital, disse trabalhar com a previsão de alta para cerca de três semanas, a poucos dias do primeiro turno das eleições.

A nota foi assinada pelos médicos Antônio Luiz Macedo, que é cirurgião, Leandro Echenique, clínico e cardiologista, e Miguel Cendoroglo, diretor superintendente do hospital. Os boletins estão sendo divulgados duas vezes por dia, por volta das 10h e das 18h, mas o segundo de hoje foi expedido com quase uma hora de antecedência.

Em uma postagem feita em seu perfil no Twitter, Bolsonaro disse que em breve estará "100%".

Neste sábado (8), Bolsonaro fez sua primeira caminhada após o ataque. Um de seus filhos, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), publicou uma foto do candidato sentado em uma poltrona.

Veja também:




UOL
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...