sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Associação Paulista de Medicina responde a Ciro Gomes por dizer que médico deu 'atestado falso' para Bolsonaro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A Associação Paulista de Medicina divulgou uma nota para repudiar os ataques do candidato Ciro Gomes ao candidato Jair Bolsonaro, que também representaram um ataque à equipe médica que recomendou que Bolsonaro não participasse do debate entre candidatos da rede Globo. Para a Associação, é inadmissível e lamentável "que se faça uso indevido de justa recomendação médica para atacar pessoas, o paciente e, por extensão, seu médico".

Leia abaixo a íntegra da nota: 

Repúdio à manifestação de Ciro Gomes sobre aconselhamento médico
Lamento a infeliz manifestação do senhor Ciro Gomes acerca do aconselhamento médico, que sugere ao senhor Jair Messias Bolsonaro abster-se de atividades que lhe imponham desgaste físico expressivo.
É de conhecimento de todos a gravidade da situação clínica vivida pelo senhor Bolsonaro e a extensão das intervenções a que foi submetido. Não ocorreria a qualquer pessoa sensata questionar recomendação médica de que, em tais condições, o paciente guardasse o repouso absolutamente necessário à convalescença.
Subscreve a recomendação médico competente e responsável. Deveria isso bastar a quem respeitasse a vida, prezasse a Medicina e quem a professa.
Acrescento que o doutor Antonio Macedo figura entre os grandes especialistas de sua área, admirado por suas elevadas qualidades éticas e técnicas, qualificado sob qualquer aspecto para emitir pareceres sobre o caso em apreço.
É inadmissível, portanto, que se faça uso indevido de justa recomendação médica para atacar pessoas, o paciente e, por extensão, seu médico.
É profundamente lamentável.
José Luiz Gomes do Amaral
Presidente da Associação Paulista de Medicina
Leia também: 

Veja também:

 



Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...