quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Dono da Havan, Luciano Hang se pronuncia de forma impactante após ser perseguido por apoiar Bolsonaro; veja vídeo


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O dono da rede de lojas de departamento Havan, Luciano Hang, foi intimado para "deixar de coagir seus funcionários" a votar e a divulgar a decisão judicial, devido a um vídeo que divulgou, em que recomendava aos funcionários indecisos ou que queriam votar em branco  ou anular o voto que fossem votar. No vídeo, Hang, que apoia declaradamente Bolsonaro, explicou aos funcionários que, em um governo petista, não poderia garantir novos investimentos nem que as suas empresas possam continuar em operação. Após a intimação, Luciano Hang divulgou um vídeo indignado em que diz que está sendo calado e aposta que, se tivesse apoiado um candidato de esquerda, as autoridades não veriam nenhuma "coação" em sua atitude. Hang também lembra, entre outros temas, que sindicatos podem entrar em suas empresas e pedir votos para quem quiserem, sem que jamais haja reação por parte de qualquer autoridade. 


Assista: 


Leia também: 
Emerson Fittipaldi envia mensagem ao Brasil sobre as eleições de domingo e homenageia Bolsonaro; veja vídeo
Ex-chefe de gabinete de FHC deixa PSDB para apoiar Bolsonaro
Vantagem de Bolsonaro racha campanha de Haddad, e PT rejeita se descolar de cartilha de Lula
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...