domingo, 7 de outubro de 2018

Eleitora faz ocorrência por não conseguir votar em Bolsonaro em BH


Imagem: Fred Magno / O Tempo
Uma mulher de 64 anos, que não teve o nome revelado pela Polícia Militar (PM), registrou queixa na Central de Flagrantes 3 (Ceflan do Barreiro), em Belo Horizonte, por ter não conseguido votar no candidato dela a presidente, Jair Bolsonaro.

Durante a votação, na seção 80 da 36ª Zona Eleitoral, na rua José Gonçalves, 550, no Barreiro, a eleitora disse ter ficado surpresa quando não apareceu a foto do candidato dela. E como se não bastasse, segundo ela relatou à polícia, a urna confirmou o voto dela antes da escolha para presidente.

Leia também: 

A mulher acionou o mesário e os auxiliares presentes, para que tomassem as devidas providências. O caso foi registrado em ata. A ocorrência policial será encaminhada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e à Polícia Federal (PF).

A auxiliar educacional Débora do Rosário Lopes, de 35, também disse ter passado pelo mesmo problema, na seção 116 da zona 288, que fica na Escola Municipal Maria José de Aguiar, em Ibirité, na região metropolitana.

Débora conta que foi digitar o número do seu candidato à presidência e que não conseguiu apertar a tecla confirma. “Deu como encerrada a votação e apareceu a palavra fim na tela”, reclama.

Débora disse ter procurado um policial militar que estava no local e foi orientada por ele a procurar o cartório eleitoral de Ibirité, onde ela registrou a queixa. “O presidente da mesa de votação também registrou em ata”, afirmou. “Para os outros candidatos, eu tive a oportunidade confirmar. Para presidente, eu não tive. Depois disso, fui ao supermercado e outras pessoas reclamavam do mesmo problema”, reclama a auxiliar educacional.

Veja também:








Pedro Ferreira
O Tempo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...