segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Lewandowski derruba liminar de Fux após conversa com Toffoli



Imagem: Reprodução / Redes Sociais

Sem levar a questão para o plenário do STF, Ricardo Lewandowski reafirmou a autorização para que a Folha entreviste o presidiário Lula, contra a liminar de seu colega Luiz Fux.

“Reafirmo a autoridade e vigência da decisão que proferi na presente reclamação para determinar que seja franqueado, incontinenti, ao reclamante e à respectiva equipe técnica, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de áudio, vídeo e fotojornalismo, o acesso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a fim de que possam entrevistá-lo, caso seja de seu interesse, sob pena de configuração de crime de desobediência, com o imediato acionamento do Ministério Público para as providências cabíveis, servindo a presente decisão como mandado”, escreveu o ministro do STF.

Leia também: 
Trechos da delação de Palocci vêm a público: 'houve desonestidade em toda a estrutura do PT e dentre todas as suas lideranças'; leia

A decisão de Lewandowski ocorreu depois de um encontro reservado com Dias Toffoli na Faculdade de Direito da USP, onde os dois participaram de um evento sobre os 30 anos da Constituição.

Interlocutores disseram ao portal jurídico Jota que os dois tiveram uma reunião “tensa”.

Veja também:

 


O Antagonista
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...