sábado, 8 de dezembro de 2018

General Paulo Chagas dá ‘puxão de orelha’ em parlamentares eleitos: ‘contaminados pelo ar impuro do ambiente que prometeram mudar’


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O General Paulo Chagas manifestou-se sobre as disputas entre parlamentares recém-eleitos e fez um apelo para que se lembrem dos motivos pelos quais receberam os votos do povo. Chagas questionou: “Afinal, somos a NOVA POLÍTICA ou mais do mesmo com sinal trocado?” e afirmou que alguns se comportam “como se tivessem sido contaminados pelo ar impuro do ambiente que prometeram mudar”. 


Ouça: 


Leia o texto do General Paulo Chagas:

Caros amigos
Passado o período eleitoral e a menos de um mês do início do "novo tempo" pelo qual empenhou-se a maior e melhor parte dos brasileiros, testemunhamos a natureza humana sobrepondo-se às bandeiras que os motivaram a lutar, com as armas da democracia, por um Brasil digno de si mesmo.
Nessa tropa vitoriosa identificamos três grupos. O dos que disputaram cargos eletivos na esteira das propostas e da liderança de Jair Bolsonaro e que foram ou não eleitos. O dos chamados "cabos eleitorais" que, além do voto, empenharam energia, tempo e até parte das suas finanças para promover os representantes das nossas bandeiras. E, finalmente, o dos que em massa e com indiscutível entusiasmo apenas votaram no que queremos que seja a "Nova Política", empenhada em colocar o interesse público acima da mesquinhez do privado.
Leia também: 

Abandonando a humildade que define e consagra os líderes e seu comprometimento com as causas que definem os grupos, alguns eleitos - em busca de cargos, de espaço e mídia - tornaram-se vítimas da arrogância e comportam-se, incoerentemente, de forma diversa do discurso de campanha, no melhor estilo "toma-cá-dá-lá" da velha política. É como se tivessem sido contaminados pelo ar impuro do ambiente que prometeram mudar pelo exemplo de novas e necessárias atitudes.
Vaidades e ambições contraditórias surgem do nada e dão margem à tomada de atitudes antagônicas ao comportamento esperado de dignos representantes do povo e não de si mesmos.
Junto com elas, querelas vazias de conteúdo, mas cheias de soberba e de evidentes ambições pessoais, põem em xeque não só a honestidade dos propósitos, mas a necessidade absoluta de não errar e de consolidar a vitória sobre o mal!
Afinal, somos a NOVA POLÍTICA ou mais do mesmo com sinal trocado?
É bom que todos pensem nisso antes de começarmos a mudança que nos cabe fazer.
General Paulo Chagas
Veja também: 







Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...