segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Ministro de Maduro diz que ele foi convidado e não quer vir à posse de Bolsonaro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, publicou no Twitter uma nota do Itamaraty convidando o chefe de Estado da Venezuela para a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro. Arreaza afirmou que as atuais autoridades brasileiras convidaram o governo venezuelano e Nicolás Maduro, mas que Maduro “jamais considerou assistir à posse de um governo como o de Jair Bolsonaro”. 



Ouça: 


O chanceler publicou ainda a resposta oficial, que afirma que “o Governo Socialista, Revolucionário e Livre da Venezuela jamais assistiria à posse de um presidente que é a expressão da intolerância, do fascismo e da entrega a interesses contrários à integração latino-americana e caribenha”. 

Veja o comunicado em português: 



Veja a nota em espanhol: 


Veja a resposta venezuelana: 



O futuro ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, disse que “Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do PR Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira. Todos os países do mundo devem deixar de apoiá-lo e unir-se para libertar a Venezuela”.

O presidente eleito Jair Bolsonaro acrescentou: “Naturalmente, regimes que violam as liberdades de seus povos e atuam abertamente contra o futuro governo do Brasil por afinidade ideológica com o grupo derrotado nas eleições, não estarão na posse presidencial em 2019. Defendemos e respeitamos verdadeiramente a democracia”. 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...