quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Gleisi Hoffmann vai à posse do ditador Nicolás Maduro e diz que é porque ‘reconhece o voto popular’


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, pretende participar da posse do ditador Nicolás Maduro na Venezuela. Em nota, Gleisi diz: “reconhecemos o voto popular pelo qual Nicolas Maduro foi eleito, conforme regras constitucionais vigentes, enfrentando candidaturas legítimas da oposição democrática”. O PT não participou da posse do presidente Jair Bolsonaro, eleito com 10 milhões de votos a mais do que seu adversário petista. 

Ouça: 


A posse de Nicolás Maduro é questionada em todo o mundo, já que as eleições não foram consideradas legítimas, com opositores sendo impedidos de participar e com uma abstenção da ordem de 70% dos eleitores. O Grupo de Lima, com a participação do Brasil, não reconhece o novo mandato do ditador, e recomendou que Maduro entregue o poder à Assembleia Nacional, que, em eleições democráticas, elegeu uma maioria que se opõe ao ditador. 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...