sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Maria do Rosário confunde realidade e ficção e acusa de assassinato Sandro Rocha, ator que interpretou miliciano


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A deputada petista Maria do Rosário publicou uma foto com o presidente Jair Bolsonaro, seu filho, o senador eleito Flávio Bolsonaro, e o ator Sandro Rocha, que interpretou um miliciano no filme Tropa de Elite. Maria do Rosário acrescentou o texto: “O do meio é procurado pelo assassinato de Marielle. Só cidadão de bem na fotografia. Porque (sic) esses bandidoes (sic) brincam de arminha? Bandidoes (sic) ridículos”.

Ouça: 


O ator respondeu pelo Twitter: “O do meio sou Eu !! Um Brasileiro, Artista, Empresário, Pai de 3 filhos e conhecido e honrado ao contrário de você que defende vagabundo e ladrão !! Você é uma irresponsável postando essa foto !! Mas a Justiça será o lugar que iremos nos encontrar para que você pague por isso”. 

Leia também: 

Pouco depois, Sandro Rocha fez uma transmissão ao vivo em seu canal do Youtube, e afirmou que pretende processar a deputada. Rocha diz: “Ela fala que eu sou procurado pelo assassinato da Marielle. Isso é muito sério. Bom, dona Maria do Rosário, bandido é a senhora, que defende bandido. Eu não ando com gente da laia da senhora, não tenho amizade com vagabundo, ladrão, assassino. Quem defende bandido é a senhora”.

Rocha disse que chegou a pensar que era uma montagem, acreditando que uma deputada federal não espalharia algo desse teor sem conferir as informações. 

Atribuir falsamente um crime a alguém constitui crime de calúnia, tipificado no Artigo 138 do Código Penal, com pena de detenção, de seis meses a 2 anos, e multa.

Veja também: 









Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...