sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

‘OAB, de que lado você está?’, questiona promotor após presidente sugerir fim da Lava Jato


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Após declarações polêmicas do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, o promotor Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos e é especialista em Processo Penal, questiona qual é o “lado” da instituição. Antunes lembra que apenas a OAB se posicionou contra a operação Lava Jato, na direção contrária da Magistratura e do Ministério Público.


Ouça: 


Leia o texto do promotor Rodrigo Merli Antunes: 

Dias atrás, o presidente nacional da OAB deu uma entrevista polêmica, sugerindo que a Operação Lava Jato deveria ter um fim. Argumentou que o País está parado e que as investigações possuem fascículos intermináveis. De quebra, ainda criticou a nomeação de Sergio Moro para o Ministério da Justiça, alegando ser isso um erro histórico, já que ele seria alguém a criminalizar a classe política.
Não sei o que o leitor pensa a respeito, mas creio que as declarações são preocupantes. Muito embora compreenda o viés ideológico do presidente (afinal de contas, parece que seu pai era membro da Ação Popular Marxista-Leninista), é fato que seus eventuais dramas pessoais do passado não devem interferir na representatividade de uma instituição tão importante. Aliás, se ele continuar a se posicionar contra a operação, não faltarão pessoas a sugerir que isso se dá não em função de argumentos convincentes, mas sim em razão de um contrato milionário que ele próprio aparenta possuir com a Petrobras.
Leia também: 

Em outras palavras, penso que a OAB mandou muito mal. Não quero dizer com isso que outros órgãos e poderes também não cometam os seus erros. Claro que cometem! No Ministério Público, por exemplo, alguns parecem mais preocupados com o nome social deste ou daquele transgênero, do que com os 63 mil mortos por ano no Brasil. Um banheiro unissex em cada prédio da instituição tem valido mais do que um cargo de promotor de justiça do Tribunal do Júri. Estes últimos estão sendo extintos a cada dia; já os banheiros, se proliferam! Vai entender, né?
Entretanto, uma coisa é certa: nem o Ministério Público e nem a Magistratura, enquanto instituições, posicionaram-se contra a Operação Lava Jato. Já a OAB, sim! Aliás, a OAB parece ser também contra a prisão em segunda instância, algo lastimável num país que clama pelo fim da impunidade. Não é à toa que um antigo réu meu ainda continua figurando normalmente em seus quadros. Trata-se do assassino de Mércia Nakashima (Mizael Bispo de Souza), já condenado em segunda instância a mais de 22 anos de reclusão e que, daqui a pouco, estará fazendo uma audiência comigo. Fica aqui então a seguinte pergunta: OAB, de que lado você está, hein?

Veja também: 









Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...