sexta-feira, 1 de março de 2019

Defesa de Lula se apega a aspectos formais porque não consegue enfrentar as provas, diz Lava Jato


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A força-tarefa da Lava Jato divulgou uma nota em que expõe a estratégia da defesa de Lula, de tentar se apegar a detalhes insignificantes das sentenças para manter a narrativa de perseguição política. Segundo a força-tarefa, a estratégia mostra a imensa dificuldade da defesa em enfrentar o mérito da sentença, baseada em provas. 

Ouça: 


Leia a nota da força-tarefa: 

Inconformados com a sentença que condenou Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 11 meses de prisão no caso do sítio de Atibaia, seus advogados encomendaram uma perícia particular para, com base em termos e padrões estéticos da sentença condenatória, mais uma vez atacar a magistrada Gabriela Hardt.

Leia também: 

O apego da defesa a aspectos secundários e marginais das sentenças condenatórias já proferidas em face do ex-presidente, manifestamente insignificantes, revela mais uma tentativa forçada de retirada do caso do Juízo competente, por meio do ataque à pessoa de seus julgadores.

Isso denota a imensa dificuldade que a defesa tem de enfrentar o mérito da nova sentença condenatória proferida pela juíza Gabriela Hardt, técnica e assentada em dezenas de provas que comprovam a responsabilidade criminal do ex-presidente Lula pela prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

A cada nova acusação e condenação, em diferentes jurisdições, instâncias e por diferentes agentes públicos, a defesa amplia forçadamente sua teoria da conspiração de perseguição política, para apresentar uma inacreditável hipótese de que dezenas de procuradores e juízes técnicos e independentes estariam concertados em promover uma suposta injustiça contrária à obrigação de seus cargos.

A defesa tem todo direito de se insurgir contra as condenações, recorrendo aos tribunais, mas que o faça em contestação à fundamentada e bem lançada sentença, enfrentando as provas consistentes que pesam contra o ex-presidente e não desvirtuando aspectos formais irrelevantes para atacar pessoalmente os agentes públicos, em sua irresponsável cruzada política.

Veja também: 







Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...