domingo, 7 de abril de 2019

Moro defende uso de policiais infiltrados no combate ao crime organizado


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, vem explicando, pelas redes sociais, alguns pontos do projeto anticrime que enviou ao Congresso e que aguarda apreciação pelos parlamentares. Moro defendeu o uso de policiais infiltrados no combate ao crime organizado e explicou por que a legislação precisa ser atualizada. 


Ouça:


Leia a explicação do ministro Sérgio Moro: 

Projeto de lei anticrime. Medidas simples e eficazes contra o crime. Já assistiu aqueles filmes norte-americanos com agentes policiais disfarçados infiltrando-se em gangues de criminosos, traficantes ou corruptos? Como Donnie Brasco ou The Infiltrator e que retratam casos reais.
Pois bem, precisamos deixar a lei brasileira mais clara para que agentes policiais no Brasil possam fazer o mesmo.
No projeto de lei, deixamos claro que vender ou entregar drogas ou armas para um policial disfarçado é um crime e não algo impossível, como alguns entendem com base na legislação ultrapassada.
Leia também: 

E que a participação de um policial disfarçado em uma operação de lavagem não exclui o crime.
Objetivo, melhorar a lei para permitir que agentes policiais brasileiros possam atuar de maneira disfarçada e revelar grandes esquemas de venda de drogas, armas ou de lavagem de dinheiro e que o criminoso assim descoberto vá para a prisão.
Paralelamente, investiremos em treinamento e capacitação de nossos agentes. Alerta, o objetivo é revelar esquemas criminosos pré-existentes e expor organizações criminosas, uma armadilha para o criminoso incauto. Funciona lá fora, vai funcionar aqui.
Veja também: 







Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...