quarta-feira, 24 de abril de 2019

URGENTE: Discussão sobre a Reforma da Previdência termina em pancadaria na Câmara




Após deputados de esquerda atacarem com acusações baixas os parlamentares que se posicionam a favor da Reforma da Previdência, ocorreu um entrevero no Plenário da Câmara dos Deputados. O esquerdista Aliel Machado acusou o Governo Bolsonaro de estar "acertando" os deputados, sendo imediatamente retorquido pelo deputado José Medeiros, o que deu origem a bate-boca, "empurra-empurra" e troca de agressões físicas.

"Boa tarde, senhores. Não tão boa tarde diante de ofensas como essa vindas da Oposição. Como disse aqui um Deputado do PSL, , realmente eles estavam acostumados com essas práticas, mas não no nosso Governo. Se há algum recebimento de recursos para votar a favor da Previdência, que prove, porque nenhum de nós do Governo recebeu 1 centavo. Eu entendo aqui perfeitamente a revolta do Vice-Líder do Governo Medeiros. Nenhum de nós recebeu 1 centavo por isso", destacou Jordy.

"O que nós queremos é uma Previdência que corrija essas distorções históricas que já ocorrem há muito tempo e que nenhum Governo teve a coragem para fazer as mudanças que cortam na própria carne como agora o Governo Bolsonaro está fazendo. O que estamos vendo aqui é um retrato do que ocorreu ontem e nos outros dias em que houve o debate da Previdência por parte da Oposição, uma Oposição que quer ganhar no o grito, que está acostumada a fazer baderna, a turma da chupeta que vai à frente da Presidência da CCJ para impedir a votação e sabe que não tem voto para impedir essas mudanças que o Brasil está pedindo. Essa não é uma política de Governo, é de Estado, para o Brasil voltar a crescer", esclareceu o parlamentar.
  
No ensejo, ele assinalou: "Eu tenho certeza de que, a partir da aprovação da reforma da Previdência, o Brasil vai ter muitos investimentos e empregos novamente. E é isso que a Oposição não quer. A Oposição quer ver o Brasil agora pegando fogo, quer ver o Brasil derrotado, para que eles possam voltar ao poder.
Repito aqui, friso: ninguém ofereceu, por parte do Governo — e eu falo aqui como Vice-Líder do Governo — nem um centavo para a aprovação da PEC, ainda que como admissibilidade, na CCJ. A votação de ontem vai se repetir na Comissão Especial e vai se repetir aqui também neste Plenário, porque, independentemente de haver Deputados que não são da base — muitos são do centrão —, eles têm consciência de que o Brasil precisa desta mudança. Nós vamos fazer com que esta medida tão necessária para o Brasil voltar ao progresso seja votada e aprovada nesta Casa. O Governo Bolsonaro ficará marcado na história deste País como o Governo que conseguiu restabelecer a Previdência Social e fazer com que todos estes privilégios e distorções fossem corrigidos.
Lamento profundamente a vergonhosa atitude da Oposição aqui".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...