quinta-feira, 20 de junho de 2019

Sergio Moro e Álvaro Dias apontam organização criminosa sofisticada que quer destruir a Lava Jato



O senador Álvaro Dias e Sergio Moro, ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro, assestaram a existência de um grupo criminoso organizado que almeja sabotar os avanços no combate à corrupção e a Operação Lava Jato.

"Nós estamos aqui não para comemorar os efeitos da Lava Jato e homenagear os seus ícones como o Ministro Sergio Moro; estamos aqui diante de um crime praticado na extensão de uma organização criminosa, porque se constituiu no País uma organização criminosa que aparelhou o Estado brasileiro e colocou os seus tentáculos em setores diferentes da economia, no setor público e privado – na Petrobras, apenas? Não, nos fundos de pensão, nos Correios –, enfim, em setores diversos da Administração Pública; um esquema sofisticado e complexo de corrupção arquitetado com a distribuição de percentuais da propina entre agentes públicos, políticos e partidos políticos; uma gigantesca operação criminosa, organização criminosa", asseverou Álvaro Dias.

Moro, por sua vez, salientou a importância do tema: "E, adicionalmente – e esse acho que é o aspecto mais importante –, o que se tem em última análise é um grupo criminoso organizado querendo obstaculizar os avanços anticorrupção e se valendo de métodos criminosos para 'hackear' aparelhos e aplicativos utilizados por autoridades públicas. Esse é o fato de verdadeira gravidade; e não aqueles que se aproveitam do falso sensacionalismo para buscar nulidades de decisões já proferidas".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...