quarta-feira, 17 de julho de 2019

Bolsonaro discute acordo, é recebido por chefes de Estado e faz registro fotográfico na Argentina - Mercosul



Em momento curioso, o presidente Jair Bolsonaro estranhou o fato de Evo Morales ser o único a acenar com a mão esquerda durante foto oficial

A cidade de Santa Fé, na Argentina, sedia a 54ª Cúpula do Mercosul nos dias 16 e 17 de julho. Entre os temas em debate, está o Acordo Mercosul-União Europeia. Além disso, na pauta estão assuntos que impactam a vida dos cidadãos, como o acordo de roaming internacional. 

"A gente quer um Mercosul que seja entendido pelos cidadãos brasileiros como um Mercosul que traz resultados concretos”, disse o secretário de Relações Bilaterais e Regionais nas Américas e responsável pelas negociações do Mercosul, internas e externas, do Ministério das Relações Exteriores (MRE), embaixador Pedro Miguel da Costa e Silva. 

O embaixador explicou que durante a presidência brasileira pelos próximos seis meses do bloco a intenção é investir cada vez mais na modernização e simplificação do Mercosul. "O Brasil quer imprimir ao Mercosul um impulso, uma renovação, modernização, simplificação, desburocratização". 

Ele lembrou que com a chegada do novo governo, foi dado um impulso para fechar as negociações do bloco com a União Europeia. A ideia é continuar esse trabalho em busca de novos parceiros. “O que a gente quer é continuar dando impulso às outras negociações que já estavam em curso com a Coreia, Singapura, Canadá, Líbano, outras. E a gente quer abrir outras frentes, conversar com outros parceiros”, disse.  

“Não nos interessa mais que o Mercosul fique com os acordos que eram parciais, incompletos do passado. Interessa ao Brasil que o Mercosul esteja na linha de frente em termos de comércio, de liberalização, de abertura pois essa é a agenda”, completou. 

Novo momento
O ministro do MRE, responsável pelo Departamento de Mercosul e Integração Regional, Michel Arslanian, afirmou que o Mercosul vive um novo momento desenvolvendo uma agenda de modernização. “Esse acordo com a União Europeia é o nosso acordo mais amplo já assinado pelo Mercosul e o primeiro acordo com grandes mercados envolvidos. Então realmente é um marco e joga uma luz no novo momento do Mercosul”, comentou. 

"O Mercosul que a gente está desenvolvendo nesse semestre vai continuar na presidência brasileira no segundo semestre, está alinhado com esse movimento de reformas internas levada adiante no Brasil", ressaltou. 

Com Palácio do Planalto
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...