quarta-feira, 17 de julho de 2019

Delegado aponta 'farra com dinheiro público' para financiar o movimento 'Lula Livre' e reage



O deputado federal Delegado Pablo, do PSL - partido do presidente Jair Bolsonaro -, aventou, no Plenário da Câmara dos Deputados, a "farra com dinheiro público" na campanha "Lula Livre".

"Para nossa surpresa, foi publicada uma matéria na Revista Istoé com o seguinte título: 'Dinheiro público banca o Lula Livre'. (...) A revista teve acesso a 10 mil páginas da prestação de contas do PT e se constatou o que todo mundo já sabia: aqueles ditos abnegados que acompanharam o Lula para que ele fosse livre, que fizeram campanhas públicas e que foram às portas da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba na data em que o Presidente foi conduzido para a prisão, isso tudo, Presidente, foi pago com dinheiro público", salientou o parlamentar.

"Vários dos dirigentes sindicais, vários dos componentes da Executiva do Partido dos Trabalhadores voaram com passagens aéreas pagas com o fundo partidário, hospedaram-se em hotéis pagos com o fundo partidário, contrataram seguranças com o dinheiro do fundo partidário, pagaram transporte, van, alimentação. O levantamento que foi feito pela revista Isto É, por baixo, do que foi gasto é de 1 milhão de reais", assestou.

"A revista fala em farra de passagens aéreas: passagens aéreas para a ex-Presidente Dilma, passagens aéreas para dirigentes sindicais do PT, para irem, no dia em que o Presidente foi conduzido lá do aeroporto para a Superintendência da Polícia Federal, acompanhar e fazer piquete. Naquele dia em que milhares de pessoas ficaram do lado de fora do sindicato dos metalúrgicos, muitos daqueles que estavam lá foram custeados com o dinheiro público. Que surpresa! Eu digo isso, porque venho todos os dias aqui e vejo, Presidente Paulo Ganime, Parlamentares da esquerda falarem em mau uso do dinheiro público, e esse é o famoso: 'Faça o que eu digo, não faça o que eu faço!'", criticou ele.

No ensejo, ele protestou e pediu a atenção dos pagadores de impostos: "Para você que nos assiste de todo o Brasil, esse milhão de reais gastos é o o seu dinheiro, é o nosso dinheiro, que foi aplicado numa campanha que você não pediu! Você não tem nada a ver com isso! Nós pedimos que a Justiça e o Ministério Público Federal tomem providências nesse caso e responsabilizem as pessoas que usaram esse dinheiro de maneira desviada e desleal com os brasileiros. Aliás, os brasileiros esperam que o recurso do fundo partidário, que aqui, inclusive, Deputado Paulo Ganime, querem aumentar — existe uma proposta que pretende aumentar o valor —, esse dinheiro não seja usado de maneira irresponsável e vil, como foi feito agora".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...