sexta-feira, 5 de julho de 2019

Delegado Éder diz que Lula cortou o dedo para não trabalhar e faz petistas perderem o controle



 Deputados petistas perderam o controle e causaram tumulto na Câmara dos Deputados após o deputado federal Delegado Éder Mauro assestar a hipocrisia dos parlamentares de esquerda e acusar Lula de ter cortado o próprio dedo para não trabalhar. O embate ocorreu em meio às discussões a respeito da Reforma da Previdência.

"Sr. Presidente, eu vejo a Esquerda falar em trabalhador, defender trabalhador. Nunca trabalharam! A prova disso é o próprio Lula, que cortou a p* do dedo dele. Cortou a p* do dedo dele para não trabalhar! Imagine se ele tivesse os dez dedos! Eu estava falando que o Lula cortou o dedo dele para não trabalhar", declarou.

"O nosso voto vai ser 'não' nas quatro votações. Nós não vamos aceitar essa Esquerda covarde, que sabia que a Previdência ia implodir, e não fez nada. Bolsonaro está fazendo as reformas para que o jovem possa receber a aposentadoria dele, para que quem está no mercado de trabalho possa receber a sua aposentadoria e para que quem está recebendo possa continuar recebendo. Sejam covardes com vocês mesmos, e não com o povo brasileiro!", complementou o parlamentar.

"Então, senhores, eu quero dizer que o PT, que tem como maior bandido o Lula, que deixou os estudantes usando água com farinha nas escolas, que roubou esse País, inclusive Deputados e Deputadas que estão aqui participaram dessa roubalheira do PT vêm dizer que não roubaram o País... Pelo amor de Deus, ponham a mão na consciência!", concluiu.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...