sábado, 6 de julho de 2019

Sergio Moro aponta como até ex-presidente do STF atestou que não há ilegalidade em sua conduta como juiz



Durante a presença de Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, na CCJC da Câmara dos Deputados, apresentou-se que Carlos Velloso, ex-presidente do STF - Supremo Tribunal Federal -, atestou a ausência de irregularidades no que tange às supostas mensagens entre membros da Operação Lava Jato obtidas após ataque hacker.

"O que eu observei é que essas mensagens, quando foram divulgadas, foram divulgadas com grande sensacionalismo e com deturpação do sentido por esse site. Alguns outros veículos de comunicação embarcaram nesse sensacionalismo. E parece-me que as coisas estão paulatinamente sendo colocadas no devido lugar", aventou Sergio Moro.

"Vários especialistas na área jurídica foram ouvidos. Vou destacar apenas um agora. O ex-Ministro Carlos Velloso, Presidente do Supremo Tribunal Federal, deu uma entrevista há umas 2 semanas, ao Correio Braziliense, na qual ele deu a opinião dele sobre as mensagens e, sem que isso signifique reconhecer a autenticidade, a afirmação dele é que elas não tinham nada de ilícito. Mais recentemente, a Folha de S.Paulo, que tem tido uma postura bastante crítica ao atual Governo — bem, isto faz parte do jornalismo, pode se criticar —, publicou um editorial em que, além de questionar a falta de demonstração da autenticidade dessas mensagens, apontou que elas teriam sido, talvez, obtidas por meios criminosos. Aqui eu acho que o editorial errou, porque elas categoricamente foram obtidas por meios criminosos. Mas a própria Folha de S.Paulo reconheceu que as mensagens não tinham nenhum conteúdo que poderia ser considerado ilícito em relação a isso", asseverou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...