terça-feira, 27 de agosto de 2019

AGORA: Porta-voz de Bolsonaro, General Rêgo Barros responde sobre Macron, 'desculpas', G7 e Amazônia



O porta-voz da Presidência, General Otávio Rêgo Barros, falou a jornalistas sobre a conjuntura atual e os avanços do governo Bolsonaro. Barros relatou a intensa mobilização para o combate aos incêndios na Amazônia, com deslocamento de efetivo das Forças Armadas, da Força Nacional, dos bombeiros, Polícia Federal, Ibama, brigadas indígenas da Funai e cidadãos. A PF já iniciou investigação de incêndios criminosos, especialmente na região da floresta nacional de Altamira. 

Os esforços vêm dando resultados, com a diminuição do número de focos de incêndio. O porta-voz enfatizou que “todo apoio externo é bem-vindo desde que a decisão de emprego dos meios seja nossa”, enfatizando que a soberania do país sobre a Amazônia é inegociável. Barros também relatou que o Ministro das Relações Exteriores já se reuniu com todos os embaixadores, por videoconferência, e lhes deu a missão de defender a posição brasileira. 

O porta-voz explicou ainda que vários países da América do Sul sofrem o mesmo desafio, e que Bolsonaro e Ivan Duque estão liderando a criação de um plano conjunto entre a maioria dos países que integram a Amazônia, respeitando a soberania dos países. O presidente mostrou abertura para participar dos esforços pela articulação internacional de proteção da Amazônia e da soberania dos países da região. 

O porta-voz lembrou ainda que incêndios e queimadas ocorrem todos os anos, e o governo, embora não tenha responsabilidade sobre os eventos em si, tem a responsabilidade de promover ações para mitigar o problema paulatinamente. E acrescentou: “Quaisquer recursos advindos do exterior em benefício do combate às queimadas são bem-vindos, mas é essencial que quem venha a promover essa doação entenda que a governança desses recursos é do governo brasileiro”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...