segunda-feira, 19 de agosto de 2019

BNDES começa a abrir a caixa-preta e informa que gastou R$ 693 milhões para subsidiar jatinhos para ricaços


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Na última quinta-feira, em sua live, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que nesta segunda-feira começaria a ser aberta a caixa-preta do BNDES. Conforme prometido, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou nesta segunda-feira, 19, uma lista consolidada de todas as aeronaves financiadas pelo Banco no âmbito do Programa de Sustentação do Investimento (PSI).




Ouça: 


O Programa de Sustentação do Investimento foi criado pelo ex-presidente Lula, através da Medida Provisória nº 465 de 2009, convertida em lei pelo Congresso. Segundo o banco explica em uma nota informativa, o  BNDES financiou, de 2009 a 2014, 134 aeronaves da Embraer, no valor total emprestado de R$ 1,9 bilhão. [z3] As taxas de juros, fixas, variaram de 2,5% ao ano a 8,7% ao ano. Como os juros eram muito menores que os de mercado e abaixo da taxa básica da economia (Selic), o BNDES calcula que o custo estimado para o Tesouro Nacional com o subsídio dessas operações foi de R$ 693 milhões em valores corrigidos.

Leia também: 
Segundo a diretoria do BNDES, a divulgação dos dados dos empréstimos é parte do conjunto de ações adotadas pelo banco para se tornar cada vez mais transparente. O banco disponibilizou esses dados e os dados de outros financiamentos na seção “Transparência” de seu site oficial. 

A lista de empresas que compraram jatinhos subsidiados com o dinheiro dos contribuintes pode ser acessada neste link.

Veja também: 







Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...