terça-feira, 6 de agosto de 2019

General retruca jornalistas sobre suposta 'retaliação' de Bolsonaro e 'guerra comercial' de China e EUA



O porta-voz da Presidência, general Otávio de Rêgo Barros, relatou os avanços do governo para jornalistas da velha imprensa. Barros relatou que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o agronegócio brasileiro vem sofrendo um “bombardeio pela mídia nacional”, que ela considera inadmissível, e reiterou ter a convicção de que o governo está fazendo o melhor pelo País. A ministra afirmou que o País se prepara para os novos desafios do agronegócio. 

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, manifestaram alegria porque a Câmara retomou os trabalhos da reforma da Previdência, e esperam que a proposta seja enviada o quanto antes ao Senado, relatou o porta-voz. O governo espera promover as mudanças necessárias para que a economia entre de vez em um ciclo sustentável. Em relação à reforma tributária, a equipe econômica está ultimando uma proposta integrada com as existentes na Câmara e no Senado.

Questionado sobre a medida provisória que dispensa empresas do tipo S/A de publicarem informações na velha imprensa, o porta-voz refutou a sugestão de que se trataria de uma retaliação a quaisquer veículos. Barros afirmou: “Nosso presidente vem valorizando a imprensa. Não obstante, em alguns momentos ele expressa seus sentimentos porque ele, de fato, é atacado diuturnamente. Sob um ataque evidente, claro e intenso de tantas organizações, é preciso se posicionar”. 

O porta-voz também respondeu às inquietações da velha imprensa, inclusive a situação da sede da ANCINE, a negação da designação de um procurador indicado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e a divulgação de novos dados do INPE, e a imposição de sanções à ditadura venezuelana.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...