terça-feira, 20 de agosto de 2019

Senador Bittar aponta hipocrisia e manipulações de quem ataca Bolsonaro sobre Amazônia - Aquecimento Global




O senador Marcio Bittar (MDB-AC) enfatizou, nesta terça-feira (20), em Plenário, que o Brasil é o país que mais preserva suas florestas originárias e questionou as contradições de países europeus que desmataram suas florestas nativas e agora "pretendem ensinar" aos brasileiros sobre preservação e cuidados com o meio ambiente.



— Não há um só país da Europa Ocidental que possa dar lições ecológicas ao Brasil. Contra fatos, de fato, não há argumento. Dois terços do território nacional são dedicados à preservação e à proteção do meio ambiente. Apenas 30% de suas terras se destinam ao uso agropecuário. Estima-se que a Europa Ocidental tenha — e aí, sim, cabe a palavra — devastado 99,7% de suas florestas originais — ressaltou.

Para Bittar, os europeus praticaram uma devastação “selvagem e sem controle”; além disso, seu discurso sobre o conceito real de meio ambiente não corresponde à realidade, tornando-se, portanto, impraticável. Segundo ele, os que criticam o Brasil por sua política ambiental não têm razão em fazê-lo, pois seus países se valem de um discurso bem diferente do que utilizam em suas práticas.

Destacou como “soberbo e hipócrita” o posicionamento da Alemanha e da Noruega relativamente aos últimos acontecimentos que envolveram questões ambientais referentes ao Fundo Amazônia.

— O ambientalismo pregado por esses governos virou uma seita baseada em hipóteses pseudocientíficas. Tudo é feito em nome do combate a um aquecimento global antropogênico, feito pelo homem, já amplamente refutado [...] querem impor receitas ao Brasil e, em particular, à Amazônia brasileira. O mais urgente é termos um aproveitamento daquilo que eles não fazem, diga-se de passagem, nos países deles — declarou.

Com Agência Senado
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...