terça-feira, 10 de setembro de 2019

Senador Girão 'chuta o balde' sobre sabotagem do STF contra investigações, aponta suspeitas de fraude e pressiona por Lava Toga



Em pronunciamento no Congresso Nacional, o senador Eduardo Girão voltou a pressionar de maneira contundente pela instalação da CPI da "Lava Toga". Ele assestou, inclusive, os rendimentos suspeitos de fraude envolvendo ministros do STF e seus familiares.

"A Lava Jato está sendo prejudicada, no meu modo de entender, de forma clara como o Sol, pelo Supremo Tribunal Federal, que em caráter liminar, suspendeu o uso de informações de órgãos de controle, como Coaf e Receita Federal sem autorização judicial e blindou...", encetou o parlamentar.

"O Supremo Tribunal Federal – que eu repito – é uma instituição importantíssima para o País para a democracia do País, mas precisa ser investigada por fatos determinados, levantados aqui em três requerimentos de pedido de CPI da Lava Toga e outras dezenas de pedidos de impeachment de Ministros que precisam ser avaliados e só o Senado pode fazer isso, ninguém mais", asseverou.

"Mas 133 influentes contribuintes, com rendimentos suspeitos de fraude, inclusive Ministros do próprio Supremo Tribunal Federal e seus familiares... Estão bloqueadas essas investigações, esse trabalho de questionamento, por uma decisão do Supremo Tribunal Federal, ou seja, mais uma vez, o combate à corrupção no Brasil é travado por decisão do Supremo Tribunal Federal", concluiu.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...