segunda-feira, 21 de outubro de 2019

General Mourão avisa sobre história da China e explica pesados investimentos na Marinha - Gov. Bolsonaro



Em pronunciamento na FIEA, Federação das Indústrias do Estado do Alagoas, o vice-presidente da República, General Mourão, fez uma observação a respeito da história da China e explicou os vultosos investimentos do país oriental em sua marinha.

"Se julgou que estaríamos em um mundo unipolar. Hoje, isso já mudou. Os Estados Unidos continuam a ser a grande potência militar, tecnológica e econômica, mas ameaçada pelo surgimento da China", relatou.

"Senhoras e senhores, é importante que todos lembrem que, nos últimos vinte séculos, apenas em dois séculos e meio a China não foi a maior potência mundial", complementou.

No ensejo, ele fez descrições geográficas e contextualizou a Rússia, o Brasil e a América do Sul na realidade mundial hodierna: "A Rússia continua a exercer o seu poderio. É um país meio europeu, meio asiático que ainda hoje busca a sua total inserção no Concerto das Nações. A Velha Europa, assolada hoje pelas migrações das antigas colônias da África. E o nosso país, a América do Sul - ainda sem um peso específico no Concerto das Nações. Pensem em uma comparação entre Brasil e China. Nós podemos navegar livremente pelo Oceano Atlântico. Nada nos barra. Observem a China: Se ela quer sair pelo Nordeste, bate na Península Coreana e no Japão. Pelo Leste, em Taiwan. Pelo Sul, bate em ilhas com as quais tem rivalidade. Por isso, ela busca investir fortemente na Marinha"
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...