domingo, 13 de outubro de 2019

Onyx cita 'bunker da corrupção' de Lula em hotel e revela conversa com Kátia Abreu sobre impeachment de Dilma



Em pronunciamento no CPAC - Conservative Political Action Conference - Brasil 2019, Onyx Lorenzoni, ministro-chefe da Casa Civil do Governo Bolsonaro, revelou bastidores do impeachment de Dilma Rousseff e mencionou o famigerado "bunker da corrupção" montado por Lula em hotel de Brasília.

"Quero contar uma história que eu acho que é importante. Quando o impeachment se aproxima da fase decisória na Câmara dos Deputados, o Lula vai para um hotel que hoje se chama Golden Tulip. Lá, ele monta um bunker. Os parlamentares iam lá e voltavam de lá dizendo: consegui R$12 milhões, R$20 milhões", asseverou Onyx.

"Um dia antes do impeachment, na noite anterior, estava passando e vi a Kátia Abreu. Ela disse: 'pode tirar o cavalinho da chuva que não terá impeachment amanhã. Temos as contas, as planilhas, não vai ter'. (...) E nós tínhamos a garantia de que tínhamos mais do que o necessário. Comecei a lembrar da história do Lula e de parlamentares que diziam - minha professora do primário ligou, minha mãe, meu pai, meu cardiologista. Aquela mobilização que fizemos naquela época foi decisiva, foi fundamental. Em nome da minha família, muito obrigado a cada um de vocês que estava lá nesta briga", relatou.

"Para que vocês tenham uma ideia do que eles fizeram, o Brasil tirou 17 bilhões de dólares de dinheiro brasileiro e emprestou para ditaduras comunistas da América Latina e da África. Tivemos de tirar, do orçamento da União, neste mês, 452 milhões. Não foi para creche, hospital. Foi para pagar juros do dinheiro que não foi pago, pois o Tesouro Nacional é fiador daquelas operações do passado. Para a gente ver os efeitos danosos daquilo que essa quadrilha fez em nosso país", desabafou o ministro.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...